Protected by Copyscape É terminantemente proibido copiar os artigos deste blog. Leia a nossa Licença Internacional da Creative Commons. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal, bem como na Lei 9610/98, que rege os Direitos Autorais no Brasil.

Pena de vida

Em meio a tanta ganância e desordem, talvez o que fosse a nossa maior bênção, tenha se tornado o nosso maior castigo...



Há crianças matando adultos, mas os adultos as querem proteger;
Há adulto matando adulto, mas os adultos ainda fazem crianças;
Crianças que vão ser adultos que já mataram e que matarão...
Outras que não, definirão o nosso destino: adultos sem raça definida.

Há políticos se elegendo sem voto, mas o povo é representado;
Há povo querendo política, mas que não deseja votar ou ser votado;
Políticos que são da gente votaram e votarão...
Outros que não, definirão o nosso destino: eleitores que não somos adultos.

Há gays por aí, acuando héteros, mas os héteros os querem dar lei;
Há hétero matando gay, mas só não quer aceitar que também é gay;
Homens que são gays com o sexo oposto casaram ou casarão...
Outros que não, definirão o nosso destino: seleção da espécie apolítica.

Há negros se movimentando, mas o movimento é branco;
Há branco acuando negro, mas têm pais de origens multirraciais;
Brancos que são negros se omitem ou se omitirão...
Outros que não, definirão o nosso destino: supressão da igualdade.

Há gays, negros, políticos, adultos e crianças no panelaço da cidadania: quem os vai proteger?
Se uns matam os outros, mas ainda tentamos nos unir;
Crianças negras ou brancas que vão ser adultos gays e/ou políticos conciliam e conciliarão...
Outros que não, definirão o nosso destino: Pena de vida.

©Alexandre T. Ferreira.